2017…

Querido 2017,

Foste duro comigo. Não me poupaste a dores e sofrimentos, puseste-me à prova constantemente, levaste-me pessoas que eu amava e certificaste-te de que eu não as poderia ter de volta. Dizer que foste duro é uma maneira soft de ver as coisas pelas quais me fizeste passar. 

Não te preocupes… Eu não estou chateada… Às vezes, fico um pouco triste ao pensar no que me tiraste que nunca poderei recuperar… Mas chateada não estou. Tudo o que me fizeste passar teve um propósito e eu felizmente entendi isso. Sem todos os momentos de trevas, eu nunca apreciaria tão intensamente a luz que a felicidade irradia. Sem todas as perdas, eu nunca valorizaria tão excessivamente as pessoas que me rodeiam e que eu tanto amo. Sem todos os dramas, eu nunca compreenderia o quanto é melhor ser-se simples. Sem todos os obstáculos, eu nunca cresceria da forma como cresci. 

Nunca irei esquecer as oportunidades que me deste e muito menos os sucessos e alegrias que obtive delas. Enriqueceste-me com experiências novas, em sítios diferentes, com pessoas que comecei a ver de forma diferente. Abriste os meus horizontes e alimentaste a minha ambição de querer ser sempre mais e melhor.  

Por isso, 2017, não estou chateada. Aliás, estou-te muito grata por tudo o que me deste e fizeste passar. Obrigada, por enriqueceres tão intensivamente a minha personalidade. Sem ti ainda seria a menina pessimista e complicada que era. 

Obrigada 2017, nunca te irei esquecer!

Anúncios

Saudade…

Os dias passam mas as saudades não atenuam. Como poderiam atenuar? É tanto carinho e tantas recordações que guardo, que chego a perguntar-me como consigo viver normalmente. Penso que a dor da tua ausencia se tornou um hábito, uma coisa tão comum que se tornou parte de mim.

Ás vezes parece-me estranho. Tu não estás cá mas estás presentes nas nossas conversas, nos nossos sábados, nas nossas lágrimas… Sei lá… gostava de voltar atrás nem que fosse apenas um minuto. Só para conseguir ouvir a tua voz realmente, não apenas na minha memória. Só para conseguir tocar na tua mão ou dar-te um beijinho na cara. Só queria voltar para os teus abraços e as tuas brincadeiras…

A única coisa que passa é o tempo. O tempo… Quem diz que o tempo cura tudo, nunca perdeu alguém que significasse tanto como tu significas para mim…

Largar o passado, viver o presente e ter fé no futuro! 

Um dos meus maiores problemas é viver no passado, pensar em demasia naquilo que devia ter feito e que não fiz ou recriminar-me por ter feito coisas que não deveria. Outras vezes, vivo a pensar no futuro, naquilo que irá ser ou que eu quero que seja. Com tudo isto, esqueço-me de viver o presente. Porque é que faço isto? Porque razão vivo assombrada e iludida com o que se passou quando posso construir coisas maravilhosas no agora? Porque razão vivo uma ansiedade tão prematura com aquilo que pode muito bem não acontecer?  

Acredito que ao focarmos em tudo o que correu mal ou naquilo que correu bem mas que acabou, estamos a privarmo-nos de maravilhosas oportunidades que surgem. Não podemos mudar o passado, nem controlar o futuro, mas podemos com certeza viver o nosso melhor agora e assim atrair o nosso melhor futuro. 

Assim, largar o passado, viver o presente e ter fé no futuro é essencial. 

Irmãs com obrigação ❤

Gosto de ti desde que te vi,

Desde o momento em que te conheci,

Desde da nossa primeira brincadeira,

Desde da nossa primeira asneira.
O quarto transformou se em campo de batalha, 

Quando o canal de televisão não coincidia.

Mas agora já não somos canalha

Já sabemos como é a harmonia. 

Somos irmãs com obrigação 

Com tudo o que isso traz incluído, 

Mas tu provém do coração 

E nada melhor poderia ter pedido!

Muita coisa te tenho de agradecer 

Por tu o que me ensinaste a fazer. 

És a melhor irmã que se pode ter

E eu adoro te do fundo do meu ser! 

Sobre amizade…

Para quem não sabe eu sou uma grande fã da série Sexo e a Cidade. Adoro tudo na série: as personagens, as suas personalidades,as suas relações entre sim e obviamente as suas roupas. É uma série cheia de glamour mas ao mesmo tempo recheada de partes muito banais e engraçadas.

O que mais me encanta é sem dúvida a amizade que existe entre as 4 super mulheres: Carrie, Samantha, Miranda e Charlotte. Estas quatro mulheres têm personalidades completamente diferentes completam-se.

Hoje ao ver o filme percebi que a amizade é dos ingredientes mais importantes nesta receita a que se chama vida. Ter alguém com quem podemos desabafar e com quem podemos partilhar os bons e maus momentos é essencial. Os amigos são para isso, mas também para nos levantarem das quedas mais dolorosas.

Sem dúvida que o Sexo e a cidade é uma grande inspiração para mim no que diz respeito às amizades, porque é bastante realista. Mostra o apoio que é necessário nas horas más mas também o humor típico de uma amizade verdadeira. Além disso mostra também ocasionais chatices entre amigas, porque sim verdadeiras amizades também tem zangas e discussões e obviamente perdão. Porque a amizade não é só arco íris e borboletas certo?

Sim… A Tati, a Ana e eu ainda não somos as mulheraças da série masss para lá caminhamos.