Opinião: Contos Exemplares, Sophia de Mello Breyner Andersen

Ora o homem não é só matéria: é espírito também. Mas o nosso tempo só vê os problemas materiais.

Confesso que ia com grandes expectativas para esta leitura, pois Sophia de Mello Breyner foi a minha primeira paixão literária. Talvez seja por isso que estou tão desiludida com o término da leitura.

Como é de esperar num livro de contos, há sempre contos que consideramos mais interessantes do que outros. Gostei bastante do Jantar do Bispo; “Retrato da Mónica” e “O Homem”, porém nenhum deles me tocou particularmente e tenho a certeza que não vão ficar na minha memória por muito tempo. O grande problema é que nem os contos que mais gostei me cativaram como era suposto. Aliás, não posso dizer que estes contos foram os meus favoritos da obra, apenas foram os que menos me aborreceram e desagradaram.

Os restantes contos não me disseram absolutamente nada e houve alguns que me entediaram muito, fazendo com que cinco páginas fossem um suplício de se lerem (principalmente os contos “Gaspar; “Melchior” e “Baltazar”.)

Como já referi, Sophia de Mello Breyner é das minhas autoras preferidas desde sempre, no entanto, esta obra não funcionou comigo, de modo que a classifiquei com 2,5🌟. Ainda me resta ler a obra poética da autora que com certeza me vai agradar mais.

E vocês já leram esta obra? Que acharam?

Anúncios

Autores portugueses que quero conhecer

2019-06-27 (2)

Este ano, decidi que ia ser diferente. Decidi que ir ler livros que me desafiassem como leitora e até como pessoa; livros que exigissem mais concentração e que me tirassem da minha zona de conforto. Sem me aperceber, mentalmente, encaixava obras portuguesas nestes requisitos. Em janeiro, foi com uma grande surpresa e alegria que vi o projeto da Patricia, chamado Lusiteratura, que consistia em todos os meses, lermos dois livros de autores portugueses que se enquadrassem em categorias sorteadas. Fiquei entusiasmadissima e propus-me a conhecer grandes autores do nosso país.

Já tinha tido contacto com alguns autores, entre eles: Sophia de Mello Breyner; Maria Teresa Maia Gonzalez; Francisco Salgueiro; Eça de Queiroz; Camilo Castelo Branco; Vergílio Ferreira, mas faltavam muitos mais! Entretanto, já conheci a escrita de João Tordo; Afonso Reis Cabral; Mário Zambujal e Maria Judite De Carvalho. Curiosamente, parece que quanto mais leio os nossos mais vontade tenho de conhecer mais! Por isso, hoje venho partilhar convosco uma lista de autores portugueses que por algum motivo despertam uma grande curiosidade.

  • Afonso Cruz
    Ouvi um podcast do Expresso do Autor em que o Afonso Cruz era o convidado. Fiquei completamente encantada com tudo o que foi dito e com as expectativas altas em relação às suas obras. Talvez comece pelo famoso “Para onde Vão os Guarda-Chuvas”. O que é que me recomendam?

 

  • Miguel Sousa Tavares
    Este senhor é filho da Sophia de Mello Breyner, que é uma das minhas autoras preferidas. Querendo ou não, há algo que me atraí para este autor e me faz ter vontade de ler a sua obra. Não vejo a hora de ler “Cebola Crua com Sal e Broa” e também o “Equador”.

 

  • José Luís Peixoto
    A minha curiosidade em relação a este autor deve-se apenas aos títulos tão líricos e enigmáticos das suas obras. “Morreste-me”; “Cemitério dos Pianos” e “Livro” são os títulos que mais me despertam atenção.

 

  • Célia Correia Loureiro
    Toda a gente do booktube falou do “Demência”. A Silvéria até me ofereceu um exemplar (vejam aqui o unboxing!) e eu confesso que tenho muita vontade de ler. Contudo, quero conhecer a escrita da Célia Loureiro Correia não só pelo facto de ter um livro com inúmeras críticas positivas, mas também por a seguir no instagram (@celiacorreialoureiro) e me sentir muito inspirada por toda a sua vibe.

 

  • Isabel Stilwell
    Além de ser uma escritora de romances históricos muito conceituada, também é jornalista. Adoro história, mas ainda não tenho o hábito de ler romances históricos, simplesmente porque não tenho tanto acesso a eles. Porém, já reparei que há alguns livros da autora na biblioteca que frequento, portanto eventualmente vou pegar num deles.

29_20160203143305_cms_pages.jpg

 

Vocês conhecem alguns destes autores? Se sim, que livros me recomendam?

Boas leituras!

Livro: A Rapariga que Sonhava com Uma Lata de Gasolina e um Fósforo, Stieg Larsson

No Verão de 2015, li o livro “Os Homens que Odeiam as Mulheres” de Stieg Larsson. Foi o primeiro thriller que li e fiquei impactada por me cruzar com uma história tão bem elaborada com personagens tão marcantes e bem desenvolvidas. Por muito tempo, incentivei toda a gente que conhecia a dar uma oportunidade ao calhamaço, dando a garantir que iam adorar tanto quanto eu. Sinceramente, não sei de ninguém que tenha lido este livro por minha recomendação. porém isso não me deixa menos motivada a continuar a dizer que “Os Homens que Odeiam as Mulheres” é um thriller que deve ser lido por todos que apreciem o género.

Na altura que terminei o livro, não tive vontade de ler a continuação da saga. Estava ainda apreciar a história e coloquei outras prioridades na minha vida. Quando me lembrava via o filme americano e matava saudades. Fui adiando, até que a minha mãe me ofereceu o segundo volume da saga Millenium: “A Rapariga que Sonhava com Uma Lata de Gasolina e um Fosforo“.  Confesso que estava apreensiva. É comum continuações de sagas serem monótonas e estragarem a historia principal, porém não foi o caso.

Neste livro temos uma trama interessante e mais uma vez bem construída. As personagens amadureceram imenso e conhecemos melhor a história de vida da enigmática e maravilhosa Lisbeth Salander. Tal como no primeiro livro, temos uma escrita fluída e entusiasmante que nos faz ler 100 páginas de uma vez só sem nos apercebermos.

Contudo, não acho que este livro seja tão bom como o primeiro. Houve momentos repletos de informações desnecessárias que faziam a historia ficar muito enrolada e parada. Basicamente, muita palha e muitas páginas desnecessárias que, apesar de se lerem bem, chateavam um pouco. Se tirássemos umas 100 páginas, o livro seria 5 estrelas.

Em suma, faço um balanço muito positivo. A história manteve-se interessante e com muito conteúdo, assim como as personagens cresceram e mostraram-se outras facetas que não conhecíamos. O final deixou espaço para mais um livro de continuação que com certeza lerei com muita vontade.

 

IMG_20190318_213013.jpg

Opinião: Para a Minha Irmã, Jodi Picoult

Publicado em 2004, o Para a Minha Irmã foi o primeiro romance que li da Jodi Picoult. Neste livro, conhecemos a Anna, uma adolescente de 13 anos, que vive em função das necessidades da sua irmã Kate, diagnostica com leucemia desde os 4 anos. A trama inicia-se no momento em que a Anna decide lutar pela sua emancipação medica. Ao longo do livro, vamos conhecendo a perspectiva de cada personagem e vai-se tornando cada vez mais difícil formarmos uma opinião sólida acerca de quem está certo e quem não está. Por um lado, a Anna merece ser mais do que a oficial dadora compatível da sua irmã. Por outro lado, são compreensíveis as atitudes destes pais que apenas querem salvar a sua filha.

A história baseia-se neste dilema e nas relações entre os membros da família. A autora transmite-nos muito bem como toda a família vivia em função da Kate e a forma como a Kate lidava com isso. Foi um livro muito honesto com personagens muito humanas, que eu conseguia odiar em certos momentos mas amar em outros.

Confesso que fiquei rendida á Jodi Picoult pela sua escrita e sensibilidade, que conseguiu fazer-me sentir todas as emoções que as personagens sentiam. Além disso, a história é muito bem construída e é evidente o trabalho de pesquisa que a autora fez para abordar temas mais médicos e jurídicos. Pessoalmente, adorei as cenas no tribunal. Achei que deu um tom mais realista ao livro sem aborrecer.

Sendo um livro que me viciou e emocionou em diversos momentos, só poderei avalia-lo com 5 estrelas muito gordas. Tudo neste livro foi bom e eu recomendo muito. Sinceramente, considero que este é um livro para todo o tipo de leitores.

E voçes o que acharam deste livro? Já viram o filme? Eu ainda não, mas pretendo ver o mais depressa possível, até porque tem no elenco a Cameron Diaz.

Beijinhos e boas leituras para todos!

TAG: 7 provérbios, 7 livros

Olá a todos!

Estava a ler os posts dos blogs que sigo e encontrei esta tag no blog da Mar Pereira. Nunca tinha visto uma tag tão original e gostei tanto da associação dos provérbios aos livros que decidi que também responderia.

1 – A pensar morreu um burro.

Um livro que enrolou, enrolou, enrolou e parecia nunca mais chegar ao fim.

Pecados na Noite

Pecados na Noite de Tami Hoag parecia infinito e quando finalmente terminou deixou-me com raiva por não haver nenhuma conclusão!

 

2 – Mais vale tarde que nunca.

Um livro de que não estavas a gostar muito, mas depois *puff fez-se luz* teve um final muito bom.

Águas Calmas

Águas Calmas foi o primeiro contacto que tive com esta autora. Não que não estivesse a gostar do livro desde o inicio, mas o final superou TUDO!! Podem ver a minha opinião aqui.

 

3 – Antes só que mal acompanhado.

Um livro único (stand-alone) espetacular.

17668515

O Jardineiro Francês foi liindo e adorei demais como podem ver neste post.

 

4 – A galinha do vizinho é sempre melhor que a minha.

Um livro muitas vezes comparado a livros ou sagas populares, mas que ficou um pouco abaixo das expectativas.

transferir

Cidades de Papel de John Green foi muito falado, mas na minha opinião é o mais fraco do autor e eu sinceramente não gostei nada.

 

5 – Para bom entendedor meia palavra basta.

Um livro curto, mas bom.

500x

A Culpa é Minha de Louise O’Neill tem cerca de 240 paginas, mas é muito forte e aborda temas como abuso sexual. Gostei imenso e recomendo muito! Podem ver aqui a minha opinião.

 

6 -Todos os caminhos vão dar a Roma.

Um livro e/ou universo literário para o qual gostavas de viajar.

selecao-original1

Mundo de princesas, príncipes, palácios, comida maravilhosa, bailes, encontros românticos… A Seleção de Kiera Cass!!!

 

7 – Quem te avisa teu amigo é.

Recomenda três livros.

  • Ciranda de Pedra, Lygia Fagundes Telles
  • Capitães da Areia, Jorge Amado
  • 1984, George Orwell

transferir (1)

 

Espero que  tenham gostado da tag! Não se esqueçam de visitar o blog da Mar e de responderem também.

Beijinhos e boas leituras!

As capas mais bonitas da minha estante

Olá pessoal!!

Confesso que não sou daquelas pessoas que vê a capa de um livro como algo importante. Confesso até que me é um pouco indiferente, porém sei apreciar uma linda capa quando a vejo. Assim, hoje reuni os livros com as capas mais bonitas da minha estante para vocês também terem o prazer de as apreciar.

  • Sem Medo do Destino, Nora Roberts. Infelizmente, a capa e o título não tem nada haver com o conteúdo da história. A história em si é razoavelmente boa, mas podem conferir aqui a minha opinião detalhada.

cof

  • A Árvore dos Segredos, Sarah Allen. Ao contrário do livro anterior, esta capa e este titulo tem tudo haver com a história escrita. É uma historia maravilhosa que mistura amor, amizade, magia e doces. Há combinação melhor? Só se for café com bolachas e chocolate. Podem ver a minha opinião neste vídeo

img_20180709_141212926618509.jpg

  • As Filhas de Eva, Louise O’Nell– infelizmente ainda não li este livrinho oferecido pela Dora, mas esta capa chama-me muito atenção e considero-a extremamente interessante.

cof

  • O Aprendiz, Tess Gerritsen- sinceramente, acho que muitas vezes os policiais tem capas bastante feias. Porém, esta edição de O Aprendiz é linda e tem a minha cor preferida: amarelo. Este livro é a continuação do O Cirurgião. Recomendo muito!

img_20180709_141228540296447.jpg

  • Ambiciosos, Michelle Miller – este livrinho também foi oferecido pela Dorinha e eu apaixonei-me pela sua capa à primeira vista. Eu li este livro praticamente num dia e estava adorar, no entanto fiquei bastante desiludida com o desfecho da história e de todas os aspetos que a autora deixou sem conclusão. Podem ver a minha frustração aqui.

cof

Vocês já lerem algum destes livros? Quais são as capas mais bonitas da vossa estante?

Beijinhos e boas leituras

TBR: Book Bingo Leituras ao Sol

Book Bingo_Leituras ao Sol_

Olá pessoal!!

No final do ano passado, estabeleci como meta literária participar mais em maratonas e projetos criados por canais e blogs que acompanho. Não era muito de participar nestas iniciativas, porem quando participei em algumas maratonas literárias percebi que adorava porque lia mais e tinha um grande contacto com outros leitores, que de outra forma não tinha. Por isso, hoje trago-vos a minha TBR para a maratona de verão que a Isa e a Patricia organizaram e que eu estou adorar participar.

Esta maratona decorre entre os dias 21 de junho e 23 de setembro e eu achei-a muito interessante porque é como se estivessemos a jogar ao bingo literalmente. O objetivo é ler os livros que correspondem ou a uma linha de desafios ou uma coluna. Existem algumas regrinhas, por isso aconcelho-vos a verem os videos das meninas que estao linkados em cima.

34200014_1938307572860489_9105916415159828480_n

 

1- Um livro que tenha sido lançado no ano em que nasceste.

250x

Ano 2000

2 – Um livro cujo o título tenha as letras que componham a palavra MAR.

2018-07-03 (2).png

Já o li e dei 5/5 estrelas

3 – Um livro de um autor português.

cof

Estou a ler um capitulo por dia e adorar.

4 – Um livro de um autor que tenha as tuas iniciais.

Infelizmente, ainda não encontrei nenhum autor que se encaixe nesta categoria. Aceito sugestões. 🙂

5 – Um livro escrito por uma mulher.

2018-07-09 (3).png

6 – Um livro “silly”.

1578366810-o-diario-secreto-de-adrian-mole-aos-13-anos-e-3-4.jpg

7 – Um livro com apenas uma palavra no título.

36869914_1758219837599023_6350364414222270464_n

8 – Um livro que leste quando eras jovem e gostaste muito.

2018-07-09

Já o li e tal como da primeira vez que o li dei 4/5 estrelas.

9 – Um livro que se passe no verão.

51hDA2a232L._SX322_BO1,204,203,200_

10 – Um livro com um número no título.

2018-07-09 (2).png

Já o li e adorei demais, 5/5 estrelas.

11 – Um livro de não ficção.

Por-Tras-das-Grades

12 – Um livro que compraste pela capa.

250x (1)

 

13 – Um livro de um prémio literário estrangeiro.

cof

Já o li e foi FANTÁSTICO!! Não podia dar menos de 5/5 estrelas…

14 – Um livro escrito por uma celebridade.

Amar-depois-de-amar-te

15 – Um livro que tenha sido publicado há mais de 10 anos.

image

16 – Um livro de um prémio literário português.

250x (2)

 

Além de participar na book bingo, vou também participar no projeto da Cláudia “Ler os Nossos” com todos os livros portugueses incluídos nesta TBR.

E vocês? Vão participar em algum projeto ou maratona neste verão?